Epcot: o parque que une diferentes culturas

Google+ Pinterest +

O Epcot, que já foi chamado de Epcot Center, foi o segundo parque da Walt Disney World a ser inaugurado. Pra você ter uma noção de como esse parque é gigante, ele tem mais que o dobro da área do Magic Kingdom, então prepare-se para bater muita perna por lá.

Apesar de ser um parque lindíssimo, ele sofre preconceito por não ter tantas atrações quanto seu tamanho permitiria ter. O que se precisa ter em mente é que o Epcot é um parque diferente dos outros. Eu mesma achei ele chatíssimo na primeira vez que fui, hoje eu já gosto, pois aprendi a apreciar outras coisas além de ficar pulando de brinquedo em brinquedo. O Epcot é um parque para se contemplar, mas há algumas atrações muito boas também.

Chegando no Epcot

Pelo tamanho do parque vocês já devem imaginar o tamanho do seu estacionamento. Por isso, grave a palavra e o número que marcam o local onde estacionou anotando ou tirando uma foto.

Ao entrar, pegue seu mapa em português e seu Time Guide, para saber os horários e locais dos shows e encontros com personagens que ocorrerão ao longo do dia.

Melhor do que isso, é já conhecer mais ou menos a estrutura do parque e já ver antes mesmo de sair do Brasil toda a programação para o dia da sua visita, através do calendário oficial no site da Disney ou aplicativo My Disney Experience. Com isso você já pode montar um roteirinho para não perder nada, pois o Epcot tem realmente muita coisa para se ver e pode ser muito cansativo se você ficar andando sem rumo por lá.

Explorando o Epcot

O parque é dividido em 2 grandes regiões: Future World, onde ficam as atrações (brinquedos) do parque e World Showcase, que por sua vez é dividido em pavilhões que representam a cultura de diversos países, através de restaurantes, exposições, shows e lojas. Veja o mapa do parque clicando aqui.

É importante lembrar que essas regiões abrem em horários diferentes. A Future World que fica logo que se entra no parque abre primeiro e 2 horas depois, o World Showcase abre. Sendo assim, deve-se sempre chegar cedo, de preferência com o parque abrindo, conhecer a Future World e depois passar o restante do dia no World Showcase.

Quer saber quais são os melhores restaurantes do Epcot para comer bem gastando pouco? Veja o post Restaurantes bons e baratos na Disney.

FUTURE WORLD

Epcot - Future World

Área central da Future World

O Future World é uma área bem bonita e que possui diversas atrações, sendo algumas delas imperdíveis.

Ao entrar no parque dê uma olhadinha no Leave a Legacy, que é uma exposição de placas de metal com rostos e nomes de pessoas do mundo todo que amam tanto a Disney que compraram seu espacinho para ficarem eternizados no Epcot. Pena que todos os espaços já foram preenchidos. 🙁

Epcot - Leave a Lagacy

Leave a Legacy

Claro que você não vai deixar de observar o Monorail (trem) passando pelo alto, chegando e partindo do Epcot.

Agora, o que realmente impressiona ao entrar no Epcot é a visão do grande globo que é o símbolo do parque. Na verdade ele é mais que uma obra de arte ou uma decoração, pois dentro desse globo fica uma atração super clássica e muito interessante.

Principais atrações do Future World:

– Spaceship Earth: então, esta é a atração que fica dentro do famoso globo, você entra num carrinho que percorre cenas que representam o desenvolvimento da humanidade. O mais legal é que nesse carrinho há um monitor que te permite escolher a sua língua e aí você pode ouvir toda a narração do passeio em português, o que é ótimo. No final você responde a um questionário e partir dessas respostas é criado um videozinho de como será seu futuro. É muito divertido!

– Project Tomorrow: Inventing the Wonders of the Future: você entra nessa atração assim que sai do Spaceship Earth. Aqui há vários joguinhos interativos e também alguns computadores onde você pode resgatar e enviar para seu e-mail o vídeo criado durante sua visita ao Spaceship Earth. Não tem nada demais por aqui, apenas citei entre as principais atrações porque ela é quase que uma extensão da Spaceship Earth.

Epcot - Project Tomorrow

Project Tomorrow

– Soarin’ Aroud the World: é uma das mais concorridas atrações do parque e foi totalmente repaginada. O que antes era um simulador de voo de asa delta sobre a Califórnia, agora é um voo sobre as maravilhas do mundo. Além disso, a atração foi ampliada e oferece mais lugares, reduzindo as enormes filas.

– Mission: Space: essa atração há quem ame e quem odeie. Eu acho interessante, mas realmente tem que ter estômago. É um simulador de lançamento de foguete que eu nem acho tão bem feito, mas é legal. Quem enjoa fácil e/ou é claustrofóbico não deve ir. O espaço onde se senta é como uma cabine de um foguete bem apertada e os efeitos deixam a gente meio confuso. Essa atração é dividida em níveis de intensidade: Orange Team que é o mais intenso e gira e Green Team, que não gira. Eu vou sempre de Green Team e mesmo assim fico meio tonta. Realmente essa atração não é para todo mundo.

Epcot - Mission Space

Mission Space: só para os fortes

– Advanced Training Lab: você vai para esta atração assim que sai da Mission: Space, mas não é nada demais, são apenas jogos eletrônicos com o tema espacial.

– Test Track: essa atração foi renovada recentemente e aí o que já era bom ficou bem melhor. Na fila, você junto com sua dupla montam seu próprio carro num computador. Aí, já dentro do brinquedo, a cada etapa do percurso do Test Track é testada uma característica do seu carro e no final o melhor veículo montado é anunciado. A atração em si é ótima, mas esses acréscimos deixaram toda a experiência ainda melhor. Ah, esta atração possui fila para single riders, ou seja, uma fila especial de pessoas que preenchem os carrinhos em que sobram lugares. Assim, você consegue entrar muito mais rápido e sem a necessidade de FastPass+, mas nesse caso você não passa pela parte de montar seu próprio carro e, claro, você se separa do seu grupo.

Epcot - meu carro Test Track

O carro ridículo que eu e meu marido montamos no Test Track 😛

Outras atrações da Future World:

– The Circle of Life: é um filminho sobre a natureza e a importância de sua conservação.

– Living with the Land: é uma atração que fala sobre de onde vem os alimentos e das novas tecnologias que vem sendo utilizadas para cultivá-los. À bordo de um barquinho você verá vídeos, cenários e até plantações de verdade.

– Turtle Talk with Crush: é uma atração em que Crush, aquela tartaruga do Procurando Nemo, interage com o público e faz muitas piadinhas. É engraçado, mas para ser divertido é preciso entender bem o inglês, até porque tem algumas participações da plateia.

– SeaBase: é um grande aquário onde se pode ver diversas espécies aquáticas.

– The Seas with Nemo & Friends: é um passeio que conta a história do filme Procurando Nemo.

Epcot - The Seas

A entrada fofa da atração do Nemo

Disney & Pixar Short Film Festival: exibição de curtas da Disney e Pixar em 4D no Magic Eye Theater. Duração: 18 minutos.

– Journey Into Imagination With Figment: é um passeio por cenários por onde o Figment, que é um dragão bem chatinho, vai falando sobre os sentidos e a imaginação.

– Image Works – The “What If” Labs: é uma área interativa com diversos jogos eletrônicos.

– Innoventions: é uma área com atrações educativas e interativas.

– Ellen’s Energy Adventure: esta atração educativa narrada pela comediante americana Ellen DeGeneres fala sobre as fontes de energia e suas origens. Alô Disney, te amo, mas 45 minutos ouvindo sobre fontes de energia?! Nosso tempo em Orlando é muito valioso para o perdermos numa atração como essa.

Show de rua:

– JAMMitors at Future World East: show que acontece várias vezes por dia, ao ar livre, na Future World. É um show de percussão com latas e outros objetos e com algumas gracinhas também. Não é imperdível, mas se passar por ele, pare e dê uma conferida.

Ah, no Future World fica ainda o Club Cool que não é bem uma atração, é uma loja da Coca-Cola onde se pode experimentar 8 refrigerantes de diferentes lugares do mundo, de graça. Eu acho todos ruins, exceto nosso guaraná Kuat, mas todo mundo sempre dá uma passadinha lá pra conhecer e matar a curiosidade.

Epcot - Club Cool

A loja da Coca-Cola Club Cool

WORLD SHOWCASE

Essa área do parque não tem nada a ver com o que imaginamos quando pensamos em um parque temático, pois não há um monte de brinquedos e sim exposições, restaurantes típicos, lojas e shows que representam diferentes culturas.

São 11 pavilhões, cada um de um país diferente: México, Noruega, China, Alemanha, Itália, Estados Unidos, Japão, Marrocos, França, Reino Unido e Canadá. Geralmente exploro eles nessa ordem.

Aqui não há correria, nem filas. É um passeio para se contemplar, olhar as lojinhas, comer comidinhas e doces diferentes e apreciar a diversidade cultural. Ah e claro, tirar muitas fotos, já que tudo é muito bonito e bem feito.

Ah, nem todos os shows que acontecem nos pavilhões são diários, portanto, consulte a programação para o dia da sua visita e confira se haverá seus shows favoritos e confira seus horários.

Epcot - lago

O lago que fica no meio do World Showcase

Para as crianças:

– Disney Phineas and Ferb: Agent P’s World Showcase Adventure: é um jogo voltado para crianças que vão brincar de ser agente secreto e devem desvendar pistas espalhadas pelo World Showcase. Para começar a jogar você deve ir ao centro de recrutamento na Odyssey Bridge, no pavilhão da Noruega, Itália ou perto da International Gateway para pegar todas as instruções do jogo. Lembrando que é tudo em inglês. Não há limite de tempo, então pode levar o dia inteiro para que todas as missões sejam completadas.

– Kidcot Fun Stops: em cada país há um desses. No mapa do parque estas áreas são marcadas com uma letra K. Nesses locais há materiais para as crianças desenharem e pintarem. O mais legal é que nesses pontos as crianças podem carimbar passaportes de mentirinha, que custam cerca de 10 dólares e podem ser comprados em diversas lojas espalhadas pelo parque. Esses passaporte vem também com adesivos, tipo selos, para serem colados nas páginas dos países correspondentes. As crianças podem também coletar esses carimbos em máscaras que são distribuídas gratuitamente nos Kidcot Fun Stops, mas claro que o passaporte é mais legal. É uma atividade divertida para as crianças e será uma ótima lembrança de sua visita ao Epcot.

Bom, finalmente vamos conhecer os pavilhões dos países. Só para vocês entenderem, todos os pavilhões tem lojas, restaurantes e arquitetura que remetem a cada país, mas nem todos os pavilhões tem atrações e shows. Sem exceção, todos merecem ser vistos, pois cada um tem seus próprios detalhes e particularidades.

MÉXICO

Atrações:

– Gran Fiesta Tour Starring The Three Caballeros: esta atração é baseada no filme de 1944 The Three Caballeros ou Você já foi à Bahia?, como é chamado aqui no Brasil. O filme é estrelado por Pato Donald, Zé Carioca e Panchito. À bordo de um barquinho verá cenários tipicamente mexicanos, bonecos animatrônicos e animações.

– Mexico Folk Art Gallery: é uma exposição com artesanato mexicano.

Epcot - México

México

Shows de rua:

– Mariachi Cobre: apresentação musical com mariachis.

Restaurantes:

O México possui um restaurante do tipo counter service (serviço de balcão, traduzindo ao pé da letra), daqueles em que você pede a comida, espera ficar pronta, pega e vai se sentar, que é o La Cantina de San Angel ($). Possui também dois restaurantes do tipo table service, em que você é servido por um garçom, o La Hacienda de San Angel ($$) e o San Angel Inn Restaurante ($$). No La Hacienda, caso vá jantar, há mesas com vista para assistir ao show de fogos IllumiNations, sobre o qual eu falo mais pra frente. Há ainda um bar chamado La Cava Del Tequila, onde há mais de 200 tipos de tequilas.

Lojas:

As lojas são a Plaza de Los Amigos que vende sombreros, cerâmicas e outras lembrancinhas mexicanas e La Princesa de Cristal que vende artigos feitos de cristal.

NORUEGA

Atrações:

Frozen Ever After: nova atração que está parando o Epcot. Trata-se de um passeio de barco por Arendelle onde você verá Elsa, Anna, Olaf e Kristoff ao som de músicas do filem Frozen. Os efeitos são incríveis e, apesar de até agora eu só ter visto a atração por vídeo, achei super emocionante. Os fãs de Frozen vão se arrepiar!

Royal Sommerhus: novo local para encontrar com Anna e Elsa, tirar fotos e pedir autógrafos.

– Stave Church Gallery: exposição de diversos artigos que remontam a história da Noruega. Mostra ainda as fontes de inspiração do filme Frozen, que faz referência a cultura norueguesa.

Epcot - Noruega

Stave Church Gallery

Restaurantes:

Na Noruega fica o famoso Akershus Royal Banquet Hall ($$$) que é um restaurante do tipo table service que tem a presença de princesas como Cinderela, Bela e Branca de Neve. Ele é muito procurado, então é necessário fazer reserva com bastante antecedência. Há ainda uma padaria, a Kringla Bakeri Og Kafe ($), que vende pretzels, café viking, que é café com licor e diversos doces típicos.

Loja:

Há apenas uma loja a The Puffin’ Roost que vende chocolates, chapéus Viking, roupas, perfumes, entre outras coisas.

CHINA

Atrações:

– Reflections of China: é um filme de 13 minutos sobre a China.

– House of the Whispering Willows: exposição com réplicas do Exército de Terracota, que são bonecos de argila que foram enterrados junto com o primeiro imperador da China, Qin Shi Huang, para protegê-lo em sua vida após a morte.

Epcot - China

O lindo pavilhão da China

Show de rua:

– Jeweled Dragon Acrobats: uma apresentação circense com o tradicional dragão chinês, malabarismos e contorcionismo.

Restaurantes:

Há o restaurante Nine Dragons ($$), que serve comida chinesa contemporânea e é do tipo table service. Tem ainda o Joy of Tea ($) que serve chás variados e comidinhas e o Lotus Blossom Cafe ($) que serve refeições rápidas tradicionais da China, ambos do tipo counter service.

Loja:

Na China há apenas a House of Good Fortune que vende lanternas chinesas, chás e chaleiras, chapéus, leques, entre outras coisas da cultura chinesa.

ALEMANHA

A Alemanha não possui atrações nem shows, mas tem restaurantes bons e várias lojinhas lindas. O pavilhão em si vale a pena por si só, quer dizer, como falei, todos os pavilhões merecem uma visita.

Epcot - Alemanha

O pavilhão da Alemanha e sua deliciosa loja Karamell-Küche

Restaurantes:

O Biergarten Restaurant ($$$) é um restaurante do tipo buffet, onde se pode comer a vontade. Ele serve ainda cervejas e vinhos alemães. Há também o Sommerfest ($) que é do tipo counter e serve sobremesas, comidinhas e cervejas.

Lojas:

O que não falta no pavilhão da Alemanha são lojas. Tem a Das Kaufhaus que vende roupas esportivas da Adidas, que é uma marca alemã, a Der Teddybar que é uma linda loja de brinquedos, a Volkskunst que vende canecas de cerveja, chapéus e relógios cuco, a Kunstarbeit In Kristal vende jóias Swarovski e diversas outras peças de cristal, a Weinkeller que é uma loja de vinhos, a Stein Haus que vende canecas de cerveja e roupas, a Die Weihnachts Ecke que oferece decorações de natal o ano todo e, por fim, a melhor de todas, a Karamell-Küche ou cozinha de caramelo em português, que vende vários doces feitos com o original caramelo Werther’s.

ITÁLIA

Shows de rua:

– Sbandieratori Di Sansepolcro: é um show com uma bandinha e malabarismos com bandeiras.

– Sergio: é tipo um palhaço malabarista bem divertido.

 Restaurantes:

Aqui você encontra a Gelati ($), que é um quiosque que além de sorvetes, serve sobremesas, vinhos e cafés. Há 2 restaurantes neste pavilhão: o Tutto Italia ($$) e o Via Napoli ($$) que são do tipo table service e servem aquilo que a gente espera, massas e outras especialidades italianas. Apesar de estarem na mesma faixa de preço o Tutto Italia possui um ambiente mais sofisticado. Há ainda um bar com diversos vinhos, o Tutto Gusto Wine Cellar ($).

Epcot - Itália

O restaurante Tutto Itália

Lojas:

Aqui há 3 lojas: a Il Bel Cristallo vende peças de vidro da marca Murano de Veneza, cristais, porcelanas, entre outras coisas, a La Gemma Elegante vende lindas máscaras venezianas e a La Bottega Italiana vende chocolates, vinhos, utensílios de cozinha etc.

ESTADOS UNIDOS

Atrações:

– American Heritage Gallery: é uma galeria com exposição de artigos e arte afro-americana.

– The American Adventure: é uma apresentação com bonecos animatrônicos e um filme sobre a história americana. Dura longos 30 minutos, então não vale a pena se não estiver com tempo sobrando.

Epcot - EUA

The American Adventure

Show:

– Voices of Liberty: no hall de entrada do The America Adventure acontece uma apresentação com um grupo de cantores que cantam a capela músicas patrióticas e… Let it go do filme Frozen. 🙂

American Music Machine: grupo de cantores que canta grandes sucessos da música pop americana no America Gardens Theatre.

Restaurantes:

Aqui há 2 quiosques: o Block & Hans ($), que vende cervejas, vinhos e pretzels e o Funnel Cake ($) que serve o próprio funnel cake, que é tipo uma massa de bolinho de chuva servida com coberturas como calda de chocolate ou sorvete de baunilha. Tem ainda o restaurante Liberty Inn ($), do tipo counter service, que vende comida tipicamente americana como sanduíches e nuggets.

Loja:

A Heritage Manor Gifts vende roupas, bolsas e diversos itens que representam a cultura americana.

JAPÃO

Atração:

– Bijutsu-kan Gallery: uma exposição de artigos da cultura japonesa antiga e atual.

Epcot - Japão

Japão

Show de rua:

– Matsuriza: é um show com instrumentos de percussão tradicionais japoneses.

Restaurantes:

No pavilhão do Japão há 2 restaurantes do tipo counter service: o Kabuki Cafe ($) que possui lanches e sushis e o Katsura Grill ($), que possui diversos pratos japoneses com carne, peixe e frango e também sushis. Há ainda 2 restaurantes table service: o Tokyo Dining ($$) que serve culinária japonesa tradicional e de onde é possível assistir o IllumiNations, caso vá para o jantar e o Teppan Edo ($$) que é um show à parte, pois o chef prepara a autêntica comida japonesa bem na sua frente em grandes chapas que tem nas mesas. É mais que uma refeição, é uma experiência mesmo.

Loja:

A Mitsukoshi Department Store, é uma grande loja que vende tuuudo que você pode imaginar, desde itens tradicionais da cultura japonesa, como quimonos até pelúcias da Hello Kitty, enfim, do tradicional ao moderninho. Nessa loja você também pode comprar conchas que possuem pérolas dentro, aí para abrir a concha se faz tipo um ritual muito animado e engraçado.

MARROCOS

Atração:

– Gallery of Art and History: uma exibição com trajes, tapeçaria, artesanato, joias e arte corporal marroquina.

Epcot - Marrocos

A arquitetura típica do Marrocos

Restaurantes:

O Marrocos possui um restaurante counter service, o Tangierine Cafe ($) que serve culinária mediterrânea e 2 restaurantes table service: o Restaurant Marrakesh ($$) que serve pratos tradicionais do Marrocos e possui apresentações e dança do ventre e o Spice Road Table ($$) com culinária mediterrânea e de onde se pode assistir ao IllumiNations.

Lojas:

A Souk-al-Magreb vende artesanato, peças decorativas e roupas, a Casablanca Carpets oferece tapetes marroquinos e tecidos, a The Brass Bazaar vende itens de madeira e cerâmica e a Tangier Traders roupas, calçados e acessórios.

FRANÇA

Atração:

– Impressions de France: um filme de 18 minutos sobre a França.

Epcot - França

A loja de perfumes Plume et Palette no pavilhão da França

Show de rua:

– Serveur Amusant: é um show bem divertido que mistura comédia, malabarismo e equilibrismo.

Restaurantes:

Na França há a sorveteria L’Artisan des Glaces ($) que possui 16 sabores de sorvetes e sorbets artesanais, além de outras sobremesas. Tem uma clássica padaria francesa, a Les Haller Boulangerie & Pâtisserie ($) que vende sopas, saladas, sanduíches de baguetes, sobremesas e cafés e há ainda 2 restaurantes do tipo table service de alto padrão: o Monsieur Paul ($$$), que serve a clássica culinária francesa e o Chefs de France ($$$), inspirado na nouvelle cuisine ou nova cozinha francesa.

Lojas:

Na França do Epcot, assim como na França de verdade, a mulherada pira, pois as lojas são maravilhosas. Tem a Plume et Palette que vende produtos da Dior, Givenchy, Chanel como bolsas e perfumes, a La Signature que vende perfumes e maquiagens da marca Guerlain, a Souvenirs De France que tem livros, brinquedos, roupas e presentes, a L’Esprit De La Provence que vende diversos produtos típicos da região de Provence, como fragrâncias e sabonetes e, por fim, a Les Vins De France que vende vinhos franceses.

REINO UNIDO

Show de rua:

– British Revolution: é o show de uma banda de rock britânico.

Quickstep: quarteto que apresenta um show acústico com músicas inglesas, escocesas e irlandesas.

Epcot - Reino Unido

O Rose & Crown Pub no pavilhão do Reino Unido

Restaurantes:

Aqui há os quiosques UK Beer Cart ($), que vende cervejas e o Yorkshire County Fish Shop ($) que vende o tradicional fish and chips. Tem ainda um restaurante table service, o Rose & Crown Pub & Dining Room ($$) que funciona como um pub (bar) e também serve pratos típicos. Daqui também se pode assistir ao IllumiNations, caso vá para o jantar e consiga sentar nas mesas externas.

Lojas:

Tem a The Tea Caddy que vende chás e utensílios para chá e doces, a The Queen’s Table que vende porcelanas, a Lords and Ladies com roupas, jóias e perfumes, a The Toy Soldier que é uma loja de brinquedos, a The Crown & Crest que vende diversos itens como souvenirs dos Beattles, roupas e canecas e a Sportsman’s Shoppe que tem roupas de esporte.

CANADÁ

Atração:

– O Canada!: um filme de 18 minutos sobre o Canadá. Esse filme é mais divertidinho porque é apresentado e narrado pelo Martin Short, comediante canadense. Mas tem que entender inglês para achar graça, claro.

Epcot - Canadá

Totem de madeira típico do Canadá

Show de rua:

– TradNation: show de música e dança tradicional de Quebec.

Restaurantes:

Tem o Popcorn in Canada ($), quiosque que vende pipoca e cerveja canadense e o Le Cellier Steakhouse ($$$), restaurante do tipo table service que tem como especialidade suas carnes.

Loja:

A única loja por aqui é a Northwest Mercantile que possui diversos souvenirs divertidos, roupas, pelúcias etc.

SHOW DE FOGOS

– IllumiNations: Reflections of Earth: para finalizar muito bem o seu passeio no Epcot, não deixe de assistir esse show lindo de fogos e luzes que acontece no meio do lago da World Showcase. É realmente imperdível. O show pode ser visto de toda World Showcase. Guarde um bom lugar para assistir cerca de 30 minutos a 1 hora antes da apresentação. Consulte o site da Disney, aplicativo My Disney Experience ou Time Guide para saber o horário do show para o dia da sua visita ao parque.

Dicas de FastPass+

Atualmente é imprescindível agendar os FastPass+, o “fura filas” gratuito da Disney, com bastante antecedência para as atrações mais concorridas. Para conhecer melhor o sistema do FastPass+, clique aqui e confira o post onde conto todos os detalhes.

Todas as atrações do Epcot que possuem FastPass+ ficam na Future World e as que mais se recomenda marcar FastPass+ são: Soarin’, Test Track, Mission Space e Spaceship Earth.

Epcot - Fastpass

Máquina para agendar FastPass+

Você pode agendar previamente até 3 FastPass+, porém, as atrações do Epcot são divididas em 2 grupos. Considerando as atrações mais concorridas, Soarin’, Test Track e Frozen Ever After são do grupo A, já a Mission: SPACE e Spaceship Earth são do grupo B. Você só pode agendar uma atração do grupo A e duas do grupo B, então, o ideal seria escolher a Frozen Ever After do grupo A e a Mission: SPACE e Spaceship Earth do grupo B.

Obs: Escolha o Character Spot (que é do grupo B) só se fizer questão de tirar fotos com personagens.

A minha sugestão é que se no dia de sua visita o parque estiver muito cheio, vá no Test Track utilizando a fila de single riders, pois a fila normal estará enorme. Você até pode marcar mais um FastPass+ depois que utilizar os 3 agendados, mas dificilmente conseguirá vaga para atrações populares como a Test Track no dia.

Vai para o Epcot com crianças pequenas? Então não deixe de conferir o post sobre o Rider Switch (também conhecido como Child Swap), sistema que permite que os pais vão nas atrações que as crianças não podem entrar se revezando para tomar conta delas, sem ter que pegar fila 2 vezes.

Quem gosta do Epcot levanta a mão!

No Epcot você praticamente dá uma volta ao mundo. É um passeio diferente que quebra um pouco a rotina de brinquedos, filas, adrenalina e correria dos outros parques temáticos. Os pavilhões são lindos e devem ser explorados com calma, entrando em cada lojinha, exposição e experimentando os sabores de pelo menos alguns países. A cada ruazinha é realmente uma surpresa agradável.

Então, deu pra perceber que o Epcot tem de tudo um pouco, né?! Brinquedos super legais e muita cultura.

O Epcot vale muito a pena sim, mas se você quer emoção e muuuuuitos brinquedos, realmente este parque não é para você. De qualquer forma, antes de julgar é preciso conhecer o Epcot, então, se você nunca foi, vá ver tudo com seus próprios olhos!

Faixa de preço dos restaurantes, segundo o site da Disney:

$ – menos de US$ 14,99 por adulto

$$ – US$ 15,00 a US$ 29,99 por adulto

$$$ – de US$ 30,00 a US$ 59,99 por adulto

Endereço do Epcot:

200 Epcot Center Drive · Lake Buena Vista, FL 32821

Valor do estacionamento: US$ 20 (gratuito para hóspedes dos hotéis Disney)

Compartilhe.

2 Comentários

  1. Ana de Fraga Silva em

    Parabéns Fernanda!!! fiquei 5 anos planejando minha viagem para Orlando, devorando ávidamente cada blog até me deparar com o seu, de longe o mais completo, pois trouxe tudo o que eu procurava num só lugar!! amei! Minha tão sonhada viagem ocorreu na segunda quinzena de Janeiro de 2017, aliás a melhor época para ir, na minha opinião. E o Epcot foi o parque que mais gostei!! fui sozinha com a minha filha de 8 anos e foi também o que ela mais gostou. Como voçê relatou o world show case é um banho de cultura! ainda mais de você estiver com uma criança na faixa dos 7 aos 11 anos, minha filha ficou encantada com o passaporte, vale muito a pena comprar (foi a melhor compra dentro do parque) a cada duas página vem adesivos bem coloridos com lugares turísticos daquele país para serem destacados e colados e um funcionário da própria nacionalidade do país correspondente carimba o passaporte, ele coloca a data e horário e escreve uma mensagem para a criança na língua do país!!! é o único parque que a minha filha quer voltar, pois faltou carimbar no espaço do México e Canadá!!
    Minha dica: Quando chegar ao parque vá direto para o World show case, é um lugar para ser apreciado durante o dia, se for um dia ensolarado tudo fica mais lindo! os jardins, a arquitetura de cada país, o passeio em volta ao lago!! enfim enchem os olhos de tanta beleza, até porque à noite esfria muito e voçê já está bem cansado. Achei bem melhor curtir a bola do Epcot mais à tardinha, tudo lá fica muito iluminado! é lindo!! e curtir a atração Soarim mais pro final do dia foi mágico!!! filas pequenas! e para fechar com chave de ouro o banho de cultura!!! é tão mágico que faz até voçê adulto acreditar que sobrevôou aqueles lugares!! agora imagina uma criança!!!!
    Amei o Epcot e não vejo a hora de voltar!!!!! Obrigada Fernanda!!!!!

    • Fernanda Knopp em

      Nossa, Ana, muito obrigada mesmo! Escrevo o blog com muito carinho e cuidado com as informações, tentando sempre falar sobre detalhes que eu mesma tinha dificuldade de encontrar na internet. Fico feliz em saber que achou o que precisava por aqui e que aproveitou as dicas na sua viagem. 🙂
      O Epcot é incrível mesmo! A primeira vez que fui não dei muita bola, mas quando voltei o vi com outros olhos. Tudo tão lindo, tantos detalhes… é uma oportunidade única de conhecer um pouco da história e experimentar os sabores de diversos países. A Future World também não ficam atrás, com atrações bem legais! O passaporte e os Kidcot Fun Stops são o máximo para as crianças, elas ficam mesmo muito empolgadas em ir em todos os países para completá-lo. Que bom que sua filha curtiu!
      Com certeza a World Showcase precisa de mais tempo e calma para visitar. Indico ir ao Future World antes (pelo menos em algumas atrações) apenas por ele abrir sempre 1 hora antes da World Showcase, mas realmente faz muito mais sentido visitar os pavilhões dos países de dia para ver melhor seus detalhes e tirar muitas fotos, deixando o Future World e suas atrações para o final da tarde/noite.
      Obrigada pelo seu relato e espero que você retorne e descubra ainda mais belezas desse parque maravilhoso. Indico muito ir na época do Flower and Garden (entre março e maio) quando o Epcot fica todo florido e cheio de esculturas de personagens feitas com plantas e flores. 😉
      Bjs,
      Fernanda

Deixe seu comentário! Respostas em até 5 dias. Todas as mensagens são moderadas.